DICA DE LEITURA: “AH! ESSAS MULHERES”, DE RENATA MOFATTI

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

A dica de hoje do jornalista Anderson Olivieri – responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho – é a crônica ‘Ah! Essas Mulheres”, de autoria da escritora Renata Mofatti:

Pensei em escrever com leveza e simplicidade sobre as mulheres. Queria escrever um texto que fluísse de uma forma bem leve, atrativo, enfim feminino…

Uma crônica que fosse comparada com o vôo de um pássaro e gastronomicamente com o degustar de uma gelatina: que descesse leve por nossa goela abaixo.

Mulheres… As mais conhecidas são aos extremos. Ora transloucadas, ora fantásticas: Maria, mãe de Jesus, abnegada; Madonna, Rainha do Pop, foi mulher de um outro Jesus, mais de 70 anos: cantora louca e inteiraça; Madre Tereza de Calcutá, quem nunca ouviu falar?

E as “mulheres mães” comuns e fabulosas, que com a mão na massa nunca deixam o leite entornar, temperam maravilhosamente bem e esperam os filhos agarradas ao relógio.

Particularmente, as mulheres ao volante são as melhores, as mais hilárias, com exceção, é claro! Querem disputar o espaço com os homens, se dizem cautelosas, mas são medrosas… Estressam-se, fingem ter calma e soltam frases do tipo: “eu nunca bati”! “sou cuidadosa”! “tá com pressa, sai voando”!. O utensílio principal do automóvel, para essas mulheres, é o espelhinho do carro onde passam horas e horas retocando batom, espremendo espinha, tirando pêlos da sombracelha, etc e tal. A alegria maior é quando o sinal está fechado e o trânsito parado. É um tal de pegar celular e ligar para a amiga, olhar as vitrines e colocar música romântica que só vendo! (exceções à parte!)

Entender a alma feminina não é fácil, assim como não é fácil ser mulher… Tal qual a lua, somos cheias de fases, entraves e empasses. Por quantas vezes, quando comemos muito, nos sentimos “redondas” e quando estamos com dor de cotovelo, ficamos “minguantes”. Uma hora, sorriso escancarado, noutra, olhar emburrado. Nem sempre somos as donas do controle remoto e numa roda de homens quase nunca temos razão. Acredito que perdemos à razão quando soltamos nosso gritos estridentes, mas isso é um caso de fonoaudiologia, pois coisa que irrita é grito de mulher, principalmente daqueles desesperados: “ai, olha uma baraaaaaata”!

Mulher não pode entender de futebol, senão é “mulher macho”; não pode entrar na política senão é “pra frente”; não pode tomar a iniciativa no namoro, senão é “safada”; não pode dirigir que é taxada de “barbeira”; não pode se emperequetar muito, senão é “perua”; não pode ficar desarrumada, senão é “lambona”; não pode admirar outra mulher, senão é “invejosa”… Difícil assim!

 Mas a graça ou desgraça de ser mulher é essa mesma: aceitar quem somos, como somos, independente do rosto estar coberto de espinhas ou panqueique para disfarçar. Independente de ser difícil chorar com rímel nos olhos… Ser mulher é se preocupar se absorvente está aparecendo, se a calcinha está marcando ou torta… É corar o rosto quando um caminhão de jogadores está passando e todos gritam simultaneamente: “gostooooooooosa”! Ser mulher é chorar em filmes água com açúcar, é ler receitas de dietas e mesmo errada, teimar que está certa.

Ser mulher é escrever sobre coisas de mulheres com o tempo esgotado. Ops,! por falar nisso são 10h00, tenho horário marcado, vou me despedir de vocês, leitores, pois vou experimentar um novo tipo de escova: creme de chantilly com extrato de sorvete caramelado.

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

Você sabia que os protestos são gratuitos?

Loading

O protesto de títulos é um serviço público, que tem como função caracterizar a inadimplência do devedor, bem como evitar práticas de cobranças indevidas, vexatórias ou humilhantes por parte dos credores. Qualquer cidadão brasileiro, vítima da inadimplência, pode utilizá-lo para recuperação de valores de títulos não pagos. Neste mês de

Concurso Rio Grande do Sul o que vem por aí?

Loading

Em breve teremos um novo concurso de cartório do Rio Grande do Sul com serventias excelentes para oferta em ampla concorrência. Grandes cartórios já foram desmembrados por lei estadual e tantos outros estão na iminência de desmembrarem. Em Caxias do Sul, RS, no próximo concurso de 2021, a Lei Estadual

CNJ institui Política Nacional de Atenção a Pessoas em situação de rua

Loading

Os tribunais deverão se organizar para atender a um público que até hoje esteve pouco presente nos serviços judiciários do país: a população em situação de rua. A resolução aprovada por unanimidade pelo Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) durante a 338º Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira (21/9), estabelece

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade