DICA DE LEITURA: “DOREZINHAS”, DE MARCELO MOUTINHO

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

A dica de hoje do jornalista Anderson Olivieri – responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho – é a crônica “Dorezinhas”, de autoria do premiado cronista carioca Marcelo Moutinho:

Abraçado à privada, o homem lança em jatos o resto azedo da noite. Hesito em abordá-lo, perguntar se precisa de alguma coisa. Alguns segundos apenas. Decido ficar em silêncio, deixá-lo ali, abandonado por si, por mim, pelos outros, na dorzinha besta que cabe num banheiro apertado às três da manhã.

Cigarro, lá fora, alguém sugere. Choveu há pouco e o letreiro treme na poça d’água que margeia a calçada. Ao fim da poça, a menina. Agachada, mão no rosto, pernas dobradas como tripé, em xis. Uma flor murcha.

A fumaça me entope as narinas, abro o botão da camisa, próximo ao pescoço. Sinto a tonteira feliz dos copos a mais acarinhando os cortes recentes, como a pomada que anestesia as aftas, fecha uma, abre outra, e bota o remédio, e sara, e bota o remédio de novo. Busco o ar com a respirada longa, lenta.

No outro lado, próximo ao poste, duas botas compridas. Os cadarços escalam as panturrilhas e o corpo musculoso marca o vestido, sugere formas. O cabelo é louro e liso, escorre pelas costas, desce até a cintura. Do ombro direito, pende a minúscula bolsa prateada. Os saltos finos pinçam a calçada molhada. E os carros passam.

Vez por outra, um deles freia. A janela se abre. Sem demora: palavras, propostas, caô. As botas entram no carro, ligeiras, levam a solidão pro motel. E as solidões se agarram, lambem, mordem, até gozar, despejando suas dorezinhas, pelo menos até amanhã.

As botas, de volta. Cigarro. Tem um?

Há, então, o choro franco por quem se foi (ou está indo), pelo amor largado alhures, lembrança de algum rasgo nessa vida-papel.

A dor da menina.

Ela se levanta. Busca algo na bolsa. É possível ver o rosto inchado, as bochechas rubras. A flor murcha ganhou caule e sobe no ônibus, decidida.

Dores ordinárias, comezinhas, doravante uma outra dor.

Que passa, às vezes passa, no sacolejo da condução vazia, a caminho de casa.

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

Divórcios on-line aumentam no Brasil, revela pesquisa do CNB

Loading

Divórcios extrajudiciais on-line cresceram no Brasil. É o que revelou uma pesquisa do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal – CNB/CF. A possibilidade de serviços cartoriais por meio digital foi regulamentada pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ no começo da pandemia, em 2020. O Provimento 100/2020 do CNJ

Dica de leitura do Cartório de Sobradinho

Loading

Dica de leitura do Cartório de Sobradinho para o mês de maio Se liga nesta dica cultural do Anderson Olivieri – jornalista responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho: “Pessoal, maio é o mês da família. E é exatamente por esse motivo que resolvi recomendar um livro que tem como

Medida provisória autoriza saque extraordinário de R$ 1.000 do FGTS

Loading

Novo menu traz, de forma rápida e intuitiva, a quantidade de registros de nascimento contendo apenas o nome da mãe e contabiliza os dados referentes aos pais que assumem seus filhos tardiamente O governo afirma que a medida pode movimentar até R$ 30 bilhões, beneficiando 40 milhões de trabalhadores. O

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade