Comissão de Corretagem: resultado da intermediação diferente do negócio inicialmente previsto

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

O corretor de imóveis é um profissional tecnicamente capacitado, o qual possui a atribuição legalmente instituída de intermediar, avaliar, informar uma negociação imobiliária, com o intento de assessorar e proteger os interesses daqueles envolvidos no negócio jurídico.

De acordo com o conceito descrito na Lei nº 6.530/1978, o corretor de imóveis, devidamente inscrito no competente Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECI, exercerá a intermediação na compra, venda, permuta e locação de imóveis, podendo, ainda, opinar quanto à comercialização imobiliária. Se trata de um profissional essencial para o pleno desenvolvimento do mercado imobiliário.

De acordo com o Código Civil (art. 725), “a remuneração é devida ao corretor uma vez que tenha conseguido o resultado previsto no contrato de mediação, ou ainda que este não se efetive em virtude de arrependimento das partes.” Assim, caso o negócio previsto no contrato de corretagem de concretize conforme previsão contratual, o Corretor de Imóveis deverá ser devidamente remunerado.

Pergunta-se, contudo: a comissão de corretagem será devida quando o resultado obtido com a intermediação for diferente daquele contratado?

Sim! Segundo entendimento sufragado pelo Superior Tribunal de Justiça, será devida a comissão de corretagem ainda que o resultado útil da intermediação imobiliária seja negócio de natureza diversa da inicialmente contratada (REsp 1.765.004-SP).

Assim, mesmo que seja firmado negócio diferente do inicialmente contratado, o corretor de imóveis deverá receber honorários pela sua atuação, em razão de promover a aproximação das partes a fim de que o negócio jurídico possa ser firmado, bem como em razão de inegável benefício patrimonial obtido pelas partes ao final da negociação.

Veja a matéria completa no Blog do Cartório de Sobradinho.

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

TJ-AM divulga lista de serventias vagas.

Loading

Publicada hoje (22/03/2023) lista de cartórios vagos que serão disponibilizados no próximo concurso público para ingresso e remoção da atividade notarial e registral, conhecido como concurso de cartório do Estado do Amazonas a lista contempla 15 serventias, destas 10 serão disponibilizadas para ingresso e outras 5 para remoção. Dentre os

TJDFT realiza sessão inédita composta apenas por magistradas

Loading

Pela primeira vez, na história do TJDFT, aconteceu uma sessão com um colegiado composto exclusivamente por mulheres. O fato ocorreu na 2ª Turma Recursal, no dia 14 de junho, em sessão presencial presidida pela Juíza Giselle Rocha Raposo junto com as Juízas Marília Sampaio, Silvana da Silva Chaves e Gabriela

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade