TJDFT investe na capacitação e fortalecimento da Justiça Restaurativa

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

A 2ª Vice-Presidência do TJDFT, por meio do Núcleo Permanente de Justiça Restaurativa – NUJURES, acaba de disponibilizar importante material de auxílio nas facilitações restaurativas e cursos de capacitação de multiplicadores em Justiça Restaurativa. Disponível no site do TJDFT, na página da Justiça Restaurativa, link Publicações, o Manual de Treinamento – Justiça Restaurativa e Conferência Vítima- Ofensor e o Manual Suplementar constituem recurso contínuo no fortalecimento dessa prática no Judiciário local.

As obras, de autoria de Ted Lewis e Mark Umbreit – referências internacionais no assunto – são fruto de um Termo de Cooperação Técnica entre o TJDFT e a Secretaria de Estado e Segurança Pública e Paz Social do Distrito Federal (SSP/DF), que culminou no projeto BRA/18/012. Desenvolvido pela SSP/DF em conjunto com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o projeto visa à capacitação na Gestão da Política de Segurança Pública no Distrito Federal.

O Termo de Cooperação possibilitou a contratação dos referidos especialistas internacionais para o desenvolvimento de manuais e materiais didáticos sobre a prática de Justiça Restaurativa, que, na atual gestão, foram traduzidos para o português e agora podem ser compartilhados com órgãos e interessados no assunto, que adotam essa prática como meio de alcançar a pacificação social e a redução da reincidência criminal.

Os autores

Mark Umbreit é professor e diretor fundador do Centro de Justiça Restaurativa e Construção de Paz da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos.

Ted Lewis é instrutor e consultor do Centro de Justiça Restaurativa e Construção de Paz da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos.

A 2ª Vice-Presidência do TJDFT, por meio do Núcleo Permanente de Justiça Restaurativa – NUJURES, acaba de disponibilizar importante material de auxílio nas facilitações restaurativas e cursos de capacitação de multiplicadores em Justiça Restaurativa. Disponível no site do TJDFT, na página da Justiça Restaurativa, link Publicações, o Manual de Treinamento – Justiça Restaurativa e Conferência Vítima- Ofensor e o Manual Suplementar constituem recurso contínuo no fortalecimento dessa prática no Judiciário local.

As obras, de autoria de Ted Lewis e Mark Umbreit – referências internacionais no assunto – são fruto de um Termo de Cooperação Técnica entre o TJDFT e a Secretaria de Estado e Segurança Pública e Paz Social do Distrito Federal (SSP/DF), que culminou no projeto BRA/18/012. Desenvolvido pela SSP/DF em conjunto com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o projeto visa à capacitação na Gestão da Política de Segurança Pública no Distrito Federal.

O Termo de Cooperação possibilitou a contratação dos referidos especialistas internacionais para o desenvolvimento de manuais e materiais didáticos sobre a prática de Justiça Restaurativa, que, na atual gestão, foram traduzidos para o português e agora podem ser compartilhados com órgãos e interessados no assunto, que adotam essa prática como meio de alcançar a pacificação social e a redução da reincidência criminal.

Fonte: TJDFT

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

É POSSÍVEL SE HABILITAR PARA ADOÇÃO SENDO SOLTEIRO(A)?

Loading

A pessoa pode se habilitar para adoção independente do estado civil, o obrigatório é ter no mínimo 18 anos, desde que seja respeitada a diferença de 16 anos entre quem deseja adotar e a criança escolhida. Vale ressaltar que o processo de adoção é gratuito e deve ser iniciado na

DICA DE LEITURA: “AS BOAS COISAS DA VIDA”, DE RUBEM BRAGA

Loading

A dica de hoje do jornalista Anderson Olivieri – responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho – é a crônica “As coisas boas da vida”, de Rubem Braga: Uma revista mais ou menos frívola pediu a várias pessoas para dizer as “dez coisas que fazem a vida valer a pena”.

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade