A união estável e o regime de bens segundo a idade dos companheiros na visão do STJ

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

​Por meio da Pesquisa Pronta no site do Superior Tribunal de Justiça o cidadão e a cidadã têm acesso, em tempo real, à Jurisprudência da Corte em temas de maior destaque. Podem ser realizadas pesquisas sobre assuntos recentes ou casos notórios, inclusive por ramos do direito.

O recém-divulgado Acórdão, proferido no Recurso Especial n. 1.922.347/PR (REsp), trata acerca da aplicação da regra disposta no art. 1.641, inciso II, do Código Civil de 2002 às uniões estáveis.

De acordo com a Quarta Turma do STJ, ao casamento de septuagenários é imposto o regime de separação obrigatória de bens e, por esse motivo, às uniões estáveis deve ser aplicada a mesma regra. Dessa forma, deverá ser adotado o regime da separação obrigatória nas uniões estáveis nos casos em que algum dos conviventes, na data do início da convivência familiar, tenha idade igual ou superior a setenta anos.

Ainda segundo o julgado em referência, a Segunda Seção do STJ, em releitura da antiga Súmula do Supremo Tribunal Federal nº 377, decidiu que, “no regime de separação legal de bens, comunicam-se os adquiridos na constância do casamento, desde que comprovado o esforço comum para sua aquisição” (EREsp 1.623.858/MG).

Apesar disso, tanto no casamento, quanto na união estável, se regidos pelo regime da separação obrigatória de bens, é possível que os nubentes/companheiros, em exercício da autonomia privada, estipulando o que melhor lhes aprouver em relação aos bens futuros, pactuem cláusula mais protetiva ao regime legal, com o afastamento da Súmula nº 377 do STF, impedindo a comunhão dos aquestos.

Confira AQUI o julgado.

© Cartório de Sobradinho

Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta publicação, desde que citada a fonte.

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

Informativo de Jurisprudência do STJ destaca desapropriação direta

Loading

Processo: REsp 1.577.047-MG, Rel. Min. Gurgel de Faria, Primeira Turma, por unanimidade, julgado em 10/05/2022, DJe 25/05/2022. Ramo do Direito: Direito Administrativo, Direito Processual Civil Tema: Desapropriação. Extensão. Área contígua. Impossibilidade. Atualização monetária. Parâmetro. Último laudo judicial. Juros compensatórios. Incidência sobre o imóvel efetivamente expropriado. Cabimento. Destaque: Há violação aos

DICA DE LEITURA: “AMIGO DE VERÃO”, DE ANDERSON OLIVIERI

Loading

A dica de hoje do jornalista Anderson Olivieri – responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho – é a crônica “Amigo de verão”, de autoria dele próprio: Certas lembranças vêm como o ladrão – sorrateiras, desarrazoadas. Hoje, caminhando, notei como está alta a grama do parque do meu bairro. Logo

STF ANALISA TRIBUTAÇÃO DE DOAÇÕES E HERANÇAS NO EXTERIOR

Loading

Em vinte e três de outubro, o Supremo Tribunal Federal iniciou o julgamento do Recurso Extraordinário 851108, o qual trata da incidência do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doações (ITCMD) quando o doador tem domicílio ou residência no exterior, e quando o de cujus possuía bens, era residente ou

DICA DE LEITURA: “VOU-ME EMBORA PRA PASÁRGADA”, DE MANUEL BANDEIRA

Loading

A dica de hoje do jornalista Anderson Olivieri – responsável pela comunicação do Cartório de Sobradinho – é o poema “Vou-me embora pra Pasárgada”, de Manuel Bandeira: Vou-me embora pra PasárgadaLá sou amigo do reiLá tenho a mulher que eu queroNa cama que escolherei Vou-me embora pra PasárgadaVou-me embora pra

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade