Audiência Pública realizada pelo GTCARTOR discute modelo bem-sucedido dos cartórios brasileiros

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

“Simplificação e modernização dos atos” foi o tema da audiência realizada na Câmara de Deputados, em Brasília.

O Grupo de Trabalho Serventias Notariais, Registro e Custas Forenses (GTCARTOR) vem realizando diversas audiências públicas em virtude das atuais mudanças nos sistemas dos cartórios brasileiros. Na última quinta–feira (30.09), aconteceu na Câmara de Deputados, em Brasília, a audiência com o tema “Simplificação e modernização dos atos”.

Para as audiências participam, além dos deputados, outras pessoas relacionadas com o meio cartorário. Desta vez os convidados foram  o desembargador e ex- presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, José Renato Nalini; o vice-presidente e fundador do Instituto Brasileiro de Direito Imobiliário (Ibradim), Bernardo Chezzi; o presidente da Confederação Nacional dos Notários e Registradores – CNR, Rogério Portugal Bacellar; o presidente do Conselho Jurídico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção – CBIC, José Carlos Braide Nogueira da Gama; e o juiz de direito titular da Vara de Registros Públicos, Órfãos e Sucessões e de Cartas Precatórias Cíveis da Comarca de Rio Branco – TJAC, Edinaldo Muniz dos Santos.

Nesta audiência, não tão diferente das anteriores, foram discutidos temas relevantes sobre o sistema notarial e registral, como a unificação dos serviços. Outro assunto comentado foi de como os cartórios são bem-vistos pela população.

O advogado Bernardo Chezzi citou, durante sua explanação, a pesquisa realizada pelo Datafolha mostrando que os cartórios foram eleitos a instituição mais confiável do país, e falou sobre o modelo constitucional trabalhado. “A atividade extrajudicial tem uma realidade muito típica. Em primeiro lugar há de se reconhecer que é um modelo bem-sucedido da Constituição brasileira, porque você seleciona por concurso público grandes quadros profissionais de maneira lícita e é fiscalizado pelo Judiciário”, elogiou Chezzi ao falar sobre os cartórios brasileiros.

Em seu discurso, Rogério Bacellar, presidente da CNR, contou como eram os cartórios antes da Constituição de 88, e ressaltou importantes questões que são verdadeiros mitos, como “cartório passa de pai para filho”. “Os cartórios durante esse período em que eu frequento, melhoraram muito. Hoje os cartórios todos estão modernizados, informatizados, digitalizados, utilizam certificação digital, biometria, fotografia, fazem cursos através da nossa escola nacional, em todos os estados da federação para melhorar o serviço notarial e registral e a capacitação dos notários e registradores brasileiros”, explicou Bacellar durante seu discurso.

Após as explanações dos convidados, os deputados presentes Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) e José Neto (PT/BA) expuseram suas posições diante do tema. Ambos ressaltaram a eficiência do serviço prestado pelos cartórios durante a pandemia, principalmente com a adoção de novas tecnologias, permitindo que processos ocorram à distância.

Fonte:  Assessoria de Comunicação da Anoreg-BR.

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

CONCURSO DE CARTÓRIO PASSA A TER COTAS

Loading

O Conselho Nacional de Justiça editou a Resolução nº 382, de 16 de março de 2021, pela qual determina a reserva aos negros do percentual mínimo de 20% (vinte por cento) das serventias vagas oferecidas no concurso de provimento para delegações extrajudiciais. A Resolução, que altera a Resolução CNJ nº

Remuneração de interventor em cartório não se submete ao teto constitucional

Loading

A remuneração do interventor em cartório extrajudicial, definida no artigo 36, parágrafos 2º e 3º, da Lei 8.935/1994, não se submete ao teto previsto no artigo 37, XI, da Constituição Federal, correspondente a 90,25% dos subsídios dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Com esse entendimento, por unanimidade, a Primeira

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade