Provas objetivas do VI Concurso Extrajudicial do TJRO serão aplicadas domingo

Facebook0
Twitter200
Instagram0
WhatsApp
FbMessenger

Loading

As provas objetivas do VI Concurso Extrajudicial serão aplicadas neste domingo, três (3) de outubro de 2021. Durante o exame serão aplicadas regras de segurança e sanitização dispostas em um plano de logística que considerou as dimensões da sala e quantidade de candidatos por espaço. A banca responsável pelo VI Concurso Extrajudicial é o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (IESES).

 As provas para candidatos inscritos nas modalidades de “provimento” serão realizadas nos colégios Tiradentes da Polícia Militar (Unidade I), localizado na Avenida Migrantes, e Murilo Braga, localizado na Avenida 7 de Setembro, no período matutino. Os exames da modalidade “remoção” serão aplicados no período vespertino, apenas no colégio Tiradentes da Polícia Militar (Unidade I), localizado na Avenida Migrantes.

Os portões serão fechados às oito horas (8h), no período matutino, e às quatorze horas (14h), no período vespertino, horário local, de Porto Velho.

Clique aqui para localizar o local de prova.

Confira as normas de segurança sanitária para a aplicação das provas objetivas abaixo.

Entrada dos locais de prova

O coordenador de aplicação de provas do local deverá organizar a entrada, de modo a garantir a não aglomeração de candidatos, promovendo filas com afastamento de 2,0 metros quadrados entre candidatos.

Em cada local de prova, a liberação para a entrada em sala só será permitida para aquele candidato que tenha temperatura inferior à 37,2oC e/ou não apresente sintomas de COVID-19.

No caso da constatação de temperatura acima do permitido ou de sintomas da COVID-19, o fiscal solicitará ao candidato que não se dirija a sua sala, mas à área de atendimento médico, junto à Coordenação, onde será confirmada a temperatura e/ou sintomas, registrando em ata, e orientando o candidato ao respectivo isolamento e busca de atendimento médico específico.

Salas de prova 

O coordenador de aplicação de provas do local deverá organizar a distribuição de carteiras em salas de prova, de modo a garantir a não aglomeração de candidatos, com afastamento de 2,0 metros quadrados entre candidatos (aproximadamente 1,42 m x 1,42 m).

O fiscal deverá organizar a entrada em sala, de modo a não permitir aglomeração dos candidatos, cuidando para atuar coordenadamente com seus colegas de outras salas.

Será disponibilizado preparação antisséptica 70% (setenta por cento) em formato gel, espuma ou spray, cujo uso é obrigatório para higienização das mãos dos candidatos quando da entrada na sala de provas. Repetir-se-á esta operação, no caso do retorno do candidato quando este se dirigir ao banheiro.

Os candidatos, ao entrar em sala, deverão buscar a carteira com a numeração de seu número de ordem, sentando e se mantendo em silêncio até o término de todos os candidatos em sala.

O fiscal, uma vez com os candidatos já em sala, procederá a coleta das respectivas presenças, que deverá ser assinada com a caneta do próprio candidato.

Os candidatos deverão estar com máscara facial, com a qual deverá permanecer durante toda a prova.

Recomenda-se aos candidatos que, se necessário, tenham disponíveis garrafas de água transparentes, já que os bebedouros dos locais de prova estarão desativados.

É facultado ao candidato, quando da saída de sala, após o encerramento de sua prova, a disponibilização de preparação antisséptica 70% (setenta por cento) (conforme citado no item 3), para higienização de suas mãos.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia.

Visite-nos pelo https://linktr.ee/cartoriodesobradinho

(Siga o Cartório de Sobradinho no Instagram)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine e fique por
dentro de nossas
últimas notícias!

Balcão Virtual Extrajudicial!

Certificado
E-notariado

Veja Mais

JUSTIÇA DECRETA DIVÓRCIO COM BASE APENAS NA VONTADE DA MULHER

Loading

A 5ª Vara da Família da comarca de Goiânia, decretou, em sentença parcial de mérito, o divórcio de um casal após o pedido inicial apenas por parte da esposa. O entendimento é de que a vontade de um dos cônjuges é o único requisito para o divórcio. De acordo com

Olá visitante!

Institucional

Telefone: (61) 3298-3300

Endereço: Quadra Central Bl. 07 Loja 05

Receba nosso boletim semanal exclusivo com notícias de direito notarial e registral

Fique por dentro de todas as nossas novidades e serviços

 

Conheça também nossa página de Serviços e nosso Blog 

Também não gostamos de Spam, manteremos seus dados protegidos, Veja nossa política de privacidade